Menu

Posts

17 abr 2015

PATRÃO PODE PROCESSAR EMPREGADO?

“Buscar os direitos na Justiça do Trabalho” é uma frase mais comumente atribuída a empregados do que a empregadores. Mas, de acordo com a advogada Cintia Yazigi, atos ilícitos ou ilegais cometidos por profissionais dentro das empresas podem, além de render demissão por justa causa, resultar em processos judiciais movidos pelo empregador contra o ex-funcionário. […]

Leia Tudo

16 abr 2015

SIMULAR DEMISSÃO PARA GARANTIR ACESSO AO FGTS É CONSIDERADO FRAUDE.

postado em: Direito do Trabalho

Simular demissão do trabalho sem justa causa para permitir o acesso ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e o recebimento do seguro-desemprego é considerado fraude. Embora a lei não cite os acordos entre empregados e empregadores, “na prática, é comum acontecer de entrarem em consenso para que conste da documentação rescisória a dispensa imotivada, […]

Leia Tudo

15 abr 2015

O QUE VAI MUDAR COM A “LEI DA TERCEIRIZAÇÃO”?

Qual a legislação atual? Como não há uma lei específica para a terceirização, o tema vem sendo regulado pelo Tribunal Superior do Trabalho, através da súmula 331, de 2003. Segundo o dispositivo, a terceirização é possível apenas se não se tratar de uma atividade-fim, o objetivo principal da empresa, por exemplo: o ato de fabricar […]

Leia Tudo

13 abr 2015

HSBC É CONDENADO A PAGAR R$ 2,9 MILHÕES POR DOENÇA OCUPACIONAL.

A Justiça do Trabalho condenou o Banco HSBC em Rondônia a pagar quase 3 milhões de reais para reparar danos morais e materiais a um ex-gerente demitido em 2010 e acometido de doença ocupacional, após 26 anos de serviços prestados. Em sua decisão, o magistrado da 4ª Vara do Trabalho de Porto Velho, julgou procedente em […]

Leia Tudo

02 abr 2015

ESTABILIDADE ACIDENTÁRIA APÓS B-31. É POSSÍVEL?

postado em: Direito do Trabalho

“EMENTA: SÍNDROME DE BURN OUT. DOENÇA OCUPACIONAL EQUIPARADA A ACIDENTE DE TRABALHO. REINTEGRAÇÃO E INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS E MATERIAIS. No caso concreto, a Corte de origem, conquanto reconheça a existência de prova pericial, conclusiva pela existência de doença ocupacional, entendeu necessário que a patologia fosse atestada pelo INSS. Não obstante, esta Corte já firmou […]

Leia Tudo

01 abr 2015

ENCAMINHAMENTO À PERÍCIA DO INSS DEVE INDICAR TEMPO DE AFASTAMENTO?

Eis uma questão intrigante. Vejamos o que nos traz a Lei n. 11.907/2009, em seu art. 30, § 3º: “Compete privativamente aos ocupantes do cargo de Perito Médico Previdenciário ou de Perito Médico da Previdência Social…, em especial a: (I) emissão de parecer conclusivo quanto à capacidade laboral para fins previdenciários.” Pelo exposto, concluímos que, […]

Leia Tudo

31 mar 2015

INDENIZAÇÃO POR DANO MORAL EXISTENCIAL: VOCÊ SABE O QUE É ISSO?

postado em: Direito do Trabalho

Ao julgar o recurso de um trabalhador, a 1ª Turma do TRT de Minas deu razão a ele e condenou a empresa reclamada ao pagamento de indenização por dano moral existencial, no valor de R$ 30.000,00. Esse tipo de dano fica caracterizado em situações nas quais o trabalhador é submetido habitualmente a jornadas exaustivas, de […]

Leia Tudo

30 mar 2015

DÁ SÉRIE: PERITO DO INSS X MÉDICO DO TRABALHO.

“EMENTA: SALÁRIO SEM TRABALHO. DIVERGÊNCIA ENTRE PERÍCIA DO INSS E DO MÉDICO DO TRABALHO DA EMPRESA. REPARAÇÃO DEVIDA PELA EMPRESA. Constatada a divergência entre pareceres médicos advindos da empresa e da autarquia previdenciária, cabe à empregadora, e não ao empregado, buscar a solução para o impasse. Isso porque não se pode admitir que o reclamante […]

Leia Tudo

Assine a newsletter
SAÚDE OCUPACIONAL.ORG

Receba o conteúdo em primeira mão.